Os media tradicionais e os jovens

O Estudo realizado pela Media Planning para a agência Lusa, revela que a os jovens portugueses lêem mais imprensa e ouvem mais rádio que a população portuguesa em geral, apenas existe um meio de comunicação em que os índices de consumo dos jovens são inferiores à população portuguesa: a televisão.

Divulga ainda, que os jovens preferem a imprensa e a rádio em detrimento da televisão (o meio de comunicação de excelência da maioria portugueses).

Dos canais mais vistos pela população mais jovem destaca-se a SIC, seguida pela TVI. Na imprensa escrita, as revistas ocupam o primeiro lugar nas preferências dos jovens.

Os jornais informativos e desportivos ocupam o topo das preferências dos gostos dos jovens portugueses (O Jornal de Notícias, a Bola, Record e Correio da Manhã). No escalão mais jovem (15/17 anos), a imprensa desportiva supera a generalista.

Nas revistas mais lida pela faixa etária entre os 18/24 anos é a “A Notícias Magazine”, completam o topo da lista as revistas: Maria, Maxmen, TV7 Dias e Grande Reportagem.

A revista mais “consumida” entre os 15/17 anos é a Bravo.

Os resultados apresentados por este estudo vêem reiterar uma ideia das alterações que estão a ocorrer no consumo dos media pelas classes mais jovens.

É incontestável que a televisão desempenhou um papel fundamental na sociedade portuguesa da segunda metade do século XX. Tendo mesmo, sido o meio de comunicação que mais impacto teve no nosso país. Contudo, este papel está ser alterado. Os jovens estão a modificar os seus hábitos de consumo. A televisão generalista já não satisfaz as maiores necessidades dos jovens. A sua programação está desfasada dos reais interesses dos jovens. Isto é demonstrado através da perda de espectadores da televisão generalista para a televisão temática (TV cabo).

O facto da população jovem ter um grau académico superior à grande massa da população portuguesa, prova o maior interesse que os jovens têm pela Imprensa e pela rádio.

Relativamente à imprensa escrita verificasse o mesmo fenómeno que no sector televisivo. Ou seja, as revistas temáticas tem uma maior adesão que os jornais generalistas. Isto reflecte que os jovens adquirem mais informação, mas em áreas muito mais restritas (como o desporto, informática, música…).

Os dados revelados no estudo revelam uma grande disparidade nos gostos dos jovens portugueses, que passa não só pela informação isenta como pelas revistas cor-de-rosa/jet7.

0 Responses to “Os media tradicionais e os jovens”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




Bem-vindo ao imediaj

Sr. visitante gostaríamos que encontre-se no nosso blog as ideias, informações ou mesmo temas que procura. Este blog foi feito no tema central dos media e a sua influencia nos jovens, porém poderão encontrar cá temas de tipo geral.Esperamos que se sinta livre para comentar nossas postagens.

……………………..

Procura o quiseres…

Abril 2008
Q Q S S D S T
« Mar   Maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Widget SiC

[clearspring_widget title="Widget SIC" wid="4898b057a9ce26f0" pid="48e16318676ab6ed" width="205" height="374" domain="widgets.clearspring.com"]

Ranking e Estatistica do Blog

Numero de visitas

  • 308.498 visitas

Musica


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com


%d bloggers like this: